Jovem defensor das ideias liberais é cotado para ser o próximo prefeito de Barra do Garças

9101
Ulysses Moraes

Após os vídeos do jovem Ulysses Moraes para o canal 10 Minutos de Democracia terem enorme repercussão, o Instituo Liberal de Mato Grosso atendeu a pedidos de cidadãos de Barra do Garças e de todo Vale do Araguaia entrevistando o jovem com ideias liberais que estaria sendo procurado por partidos e lideranças para uma possível candidatura.

Ulysses Moraes é advogado e escritor, faz parte de obra jurídica juntamente com o relator da operação lava jato, ministro Edson Fachin. Nascido em Cuiabá, morou em Barra do Garças onde possui família tradicional de origem pobre.

Ulysses, um dos coordenadores do MBL (Movimento Brasil Livre), sempre trabalhou distante da política em prol da sociedade. Foi co-autor de projetos de lei, coordenador em vários projetos sociais e foi o autor do único pedido de impeachment da ex-presidente feito em Mato Grosso, como simples cidadão exercendo cidadania. Não é filiado a nenhum partido político.

Possui laços paternos e maternos no vale do Araguaia, famílias que ajudaram a construir as cidades independente da política. Neto de seu Edward e Elizabeth Lacerda que estampam o nome da justiça federal e de um colégio. Seu tio avô paterno Filó, foi quem doou o terreno para prefeitura viabilizar a Universidade Federal de Mato Grosso na região. Famílias que sempre visaram o progresso dos municípios do vale do Araguaia.

Veja a entrevista:

ILMT: Após pesquisarmos sobre sua origem, vimos que possui grandes raízes na região desde a fundação da cidade. O que tem a dizer sobre isso?

Ulysses Moraes: Tenho orgulho da família que faço parte pela história que ela possui. Chegaram em Barra do Garças quando não havia nada e se estabeleceram para ajudar a construir a cidade. Lembro sempre de minha mãe Lillian Sanchez, que saiu de Barra para fazer faculdade pública de medicina em Uberlândia e durante 06 anos teve dinheiro para comprar apenas 01 calça jeans. Era de família muito pobre em Barra do Garças e hoje bem sucedida. São esses exemplos como esse que tenho pra mim. Independente de onde você está hoje, você pode se tornar o que quiser amanhã se acreditar e lutar pra conseguir.

ILMT: Qual objetivo da criação do canal 10 minutos de democracia?

Ulysses Moraes: O objetivo da criação do canal é trazer informações verdadeiras à população de maneira clara adotando um viés mais liberal. Estamos carentes de informações corretas e a suposta “transparência” dos governos é muitas vezes vendida de maneira a iludir o cidadão carente. Não podemos deixar isso acontecer. O cidadão cansou de ser enganado e meu objetivo é mostrar a verdade. Chega de mentiras.

ILMT: O que você quer dizer com “viés mais liberal”?

Ulysses Moraes: O liberalismo é a ideia de que o indivíduo deve ser livre para buscar a própria felicidade e responsável pelas consequências de suas escolhas; e de que o governo não deveria se intrometer na vida pessoal ou nos negócios de cidadãos pacíficos. É a partir desses pressupostos que emito minhas opiniões e faço minhas críticas em relação ao trabalho dos políticos.

ILMT: Cidadãos do Vale do Araguaia tem elogiado muito seu trabalho e muitos nos comentários pedem até que você seja o próximo prefeito. Você esperava que os vídeos fossem ter uma repercussão tão grande?

Ulysses Moraes: Eu realmente não esperava tamanha repercussão mas fico muito feliz em poder estar realizando um bom trabalho. Acredito que nada dignifica mais o homem do que saber que o trabalho dele tem surtido efeito de maneira positiva na vida das pessoas.

ILMT: O Movimento Brasil Livre, do qual você é um dos coordenadores, se destacou nos últimos anos pelas manifestações de rua convocadas em prol de mudanças importantes no país. Vemos entre as bandeiras o combate à corrupção e o liberalismo econômico. É sabido que o MBL terá vários candidatos pelo Brasil e diante dos trabalhos que realizam você vem sendo cotado no estado para candidaturas em 2018 e até para a prefeitura de Barra do Garças em 2020. Como você vê isso? Como tem reagido aos convites dos partidos?

Ulysses Moraes: É gratificante o reconhecimento, lembrando que o trabalho do MBL é um trabalho coletivo. São vários membros que deixam seu lazer de lado para exercer a plenitude da cidadania neste trabalho social. Com relação à candidatura, ainda é cedo para falar sobre isso mas desde que eu encontre um partido que tenha ideologias corretas, não há problemas. Afinal vale destacar que os candidatos eleitos, apoiados pelo MBL, todos reduziram os cargos, salários e verbas. Foram milhões de reais economizados. Essa é a grande diferença dos membros do MBL: há um ideal claro e um pensamento coletivo para um futuro melhor.

ILMT: Como você vê a situação do país hoje?

Ulysses Moraes: Vivemos hoje um cenário de ausência de representatividade no país inteiro. Praticamente todo o nosso congresso está envolvido em algo de maneira negativa. Os políticos passam mais tempo resolvendo interesses privados do que trabalhando pelo povo.

ILMT: Você acredita que a situação do país e os políticos podem mudar?

Ulysses Moraes: O estado de Mato Grosso e o país vivem momentos de mudanças e para mudar precisamos participar. O vale do Araguaia está esquecido, seus representantes parecem não se importar com a região que possui um potencial imenso! Barra do Garças precisa de políticos sérios e comprometidos com a região, mas hoje infelizmente não os vejo – muito pelo contrário – a cada dia que passa só mostram o contrário. Tanto no executivo quanto no legislativo, só se vê aumentos salariais, verbas para vereadores e aumentos de tributos para o cidadão toda hora.

ILMT: Caso você venha a ser prefeito ou deputado quais seriam suas bandeiras? Planos para Barra do Garças e região?

Ulysses Moraes: Sou um liberal econômico clássico e defendo o mínimo de estado na vida dos cidadãos. Isso significa menos impostos e menos interferência estatal. Logo, para que a máquina pública funcione precisamos acabar com todos esses benefícios imorais que os políticos aprovam para si próprios frequentemente. A economia com certeza melhoraria se fosse feita uma série de reformas, diminuindo burocracias e impostos. Portanto, devemos enxugar a máquina pública. Dentro de políticas públicas há um núcleo essencial que é saúde, educação e segurança, e essas devem ser as prioridades. Penso que deveria ser proibido aumento de verbas para vereadores e prefeito enquanto estiver morrendo pessoas no hospital por falta de equipamentos e funcionários. E ressalto que como objetivo principal precisamos acabar com os conchavos e compadrescos que fomentam a corrupção. Numa eventual gestão minha ou de qualquer membro de nosso grupo, de uma coisa você pode ter certeza, corrupto não vai ter vez.

O canal 10 minutos de democracia funciona no Facebook e pode ser acesso pode esse link:
https://www.facebook.com/10minutosdedemocracia/
Página do MBL-MT: https://www.facebook.com/brasillivremt/

Entrevista realizada no dia 06 de julho.

Use Coworking

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here